Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in /home/garapa/garapa.org/novo/coletivos/wp-settings.php on line 520

Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in /home/garapa/garapa.org/novo/coletivos/wp-settings.php on line 535

Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in /home/garapa/garapa.org/novo/coletivos/wp-settings.php on line 542

Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in /home/garapa/garapa.org/novo/coletivos/wp-settings.php on line 578

Deprecated: Function set_magic_quotes_runtime() is deprecated in /home/garapa/garapa.org/novo/coletivos/wp-settings.php on line 18

Strict Standards: Declaration of Walker_Page::start_lvl() should be compatible with Walker::start_lvl(&$output) in /home/garapa/garapa.org/novo/coletivos/wp-includes/classes.php on line 1199

Strict Standards: Declaration of Walker_Page::end_lvl() should be compatible with Walker::end_lvl(&$output) in /home/garapa/garapa.org/novo/coletivos/wp-includes/classes.php on line 1199

Strict Standards: Declaration of Walker_Page::start_el() should be compatible with Walker::start_el(&$output) in /home/garapa/garapa.org/novo/coletivos/wp-includes/classes.php on line 1199

Strict Standards: Declaration of Walker_Page::end_el() should be compatible with Walker::end_el(&$output) in /home/garapa/garapa.org/novo/coletivos/wp-includes/classes.php on line 1199

Strict Standards: Declaration of Walker_PageDropdown::start_el() should be compatible with Walker::start_el(&$output) in /home/garapa/garapa.org/novo/coletivos/wp-includes/classes.php on line 1244

Strict Standards: Declaration of Walker_Category::start_lvl() should be compatible with Walker::start_lvl(&$output) in /home/garapa/garapa.org/novo/coletivos/wp-includes/classes.php on line 1391

Strict Standards: Declaration of Walker_Category::end_lvl() should be compatible with Walker::end_lvl(&$output) in /home/garapa/garapa.org/novo/coletivos/wp-includes/classes.php on line 1391

Strict Standards: Declaration of Walker_Category::start_el() should be compatible with Walker::start_el(&$output) in /home/garapa/garapa.org/novo/coletivos/wp-includes/classes.php on line 1391

Strict Standards: Declaration of Walker_Category::end_el() should be compatible with Walker::end_el(&$output) in /home/garapa/garapa.org/novo/coletivos/wp-includes/classes.php on line 1391

Strict Standards: Declaration of Walker_CategoryDropdown::start_el() should be compatible with Walker::start_el(&$output) in /home/garapa/garapa.org/novo/coletivos/wp-includes/classes.php on line 1442

Strict Standards: Redefining already defined constructor for class wpdb in /home/garapa/garapa.org/novo/coletivos/wp-includes/wp-db.php on line 306

Strict Standards: Redefining already defined constructor for class WP_Object_Cache in /home/garapa/garapa.org/novo/coletivos/wp-includes/cache.php on line 431

Strict Standards: Declaration of Walker_Comment::start_lvl() should be compatible with Walker::start_lvl(&$output) in /home/garapa/garapa.org/novo/coletivos/wp-includes/comment-template.php on line 1266

Strict Standards: Declaration of Walker_Comment::end_lvl() should be compatible with Walker::end_lvl(&$output) in /home/garapa/garapa.org/novo/coletivos/wp-includes/comment-template.php on line 1266

Strict Standards: Declaration of Walker_Comment::start_el() should be compatible with Walker::start_el(&$output) in /home/garapa/garapa.org/novo/coletivos/wp-includes/comment-template.php on line 1266

Strict Standards: Declaration of Walker_Comment::end_el() should be compatible with Walker::end_el(&$output) in /home/garapa/garapa.org/novo/coletivos/wp-includes/comment-template.php on line 1266

Strict Standards: Redefining already defined constructor for class WP_Dependencies in /home/garapa/garapa.org/novo/coletivos/wp-includes/class.wp-dependencies.php on line 31

Strict Standards: Redefining already defined constructor for class WP_Http in /home/garapa/garapa.org/novo/coletivos/wp-includes/http.php on line 61

Strict Standards: call_user_func_array() expects parameter 1 to be a valid callback, non-static method cformsRSS::vars() should not be called statically in /home/garapa/garapa.org/novo/coletivos/wp-includes/plugin.php on line 166

Strict Standards: call_user_func_array() expects parameter 1 to be a valid callback, non-static method cformsRSS::outputRSS() should not be called statically in /home/garapa/garapa.org/novo/coletivos/wp-includes/plugin.php on line 339
Encontro de Coletivos Fotográficos Ibero-Americanos

Encontro de Coletivos Fotográficos Ibero-Americanos

cobertura multimídia : garapa

Acabou?

Ontem, oficialmente, encerrou-se o Encontro de Coletivos Fotográficos Ibero Americano - porém - antes mesmo que pudéssemos respirar saudade a galera do No Photo montou um ótimo projeto chamado Motor, no qual os coletivos devem se agrupar ainda mais e aproveitar a plataforma web para permanecer em contato, trocar idéias, formular projetos e buscar cada vez mais realizações e visibilidade.

Visibilidade por sinal foi o tema de abertura da palestra proferida por Alejandro Castellote. Digo “palestra” e “proferido”, pois não há como retirar a pompa do que foi sua fala. Quero muito postar aqui o vídeo completo com pouco mais de 60 minutos da sua participação, mas, enquanto isso não acontece, destaco um trecho:
“A fotografia se aproxima muito da caça as bruxas, onde se elege, freqüentemente, algo para ser queimado em fogueira… A mim, a discussão sobre a validade dos coletivos, ou sua assinatura é secundário, o que importa é seu conteúdo, a fotografia. É como se discutíssemos sempre a cozinha (forma, assinatura, manipulação) e deixássemos a culinária de fora (a obra)”.

E um dos resultados de tudo isso, já que falar no singular seria uma negação a tudo que foi vivido lá dentro, está aqui - o vídeo com um verdadeiro mix de coletividade:

Coletivo de Miradas from Garapa on Vimeo.

Para download clique aqui.

4 Comentários

Retornos

Tenho certeza de que esse Encontro vai ser plural também no retorno que recebe da comunidade fotográfica, quase como uma mão inversa (sua reposta) ao que proporcionou.

De imediato, Pio Figueiroa (Cia de Foto) recebeu o email abaixo, um dos primeiros sinais concretos da sinergia desse evento:

“Olá.

O ENCONTRO foi memorável. Não apenas pela produção coletiva de coletivos, mas por permitir aos espectadores, voyeurs da produção (valeu Garapa!), confrontar os trabalhos (valeu, Galeria Olido?), considerando que todos advieram da mesma plataforma: os coletivos fotográficos.
Escrevo este comentário aqui, pois ao olhar a exposição da Galeria Olido, o trabalho de Cia de Foto me pareceu espantosamente deslocado. Criar um ensaio de imagens, a partir da história da linguagem de imagens é levar até o fim a pesquisa e criação pela pós-produção. Todos os outros coletivos também trabalham com uma forte pós-produção, mas todos fazem (ou procuraram fazer) referência ao mundo vivido: etiquetas nos trabalhos contavam um pouco sobre o lugar fotografado, as pessoas que ali se relacionam com o mundo de tal ou tal maneira, sofreram isso ou aquilo ou vivem no mundo de tal ou qual meneira. O deslocamento do trabalho da Cia é fazer referência direta ao mundo das imagens!!!
Muitos trabalhos da Cia são veemente criticados pela forte pós-produção, que direciona o olhar não a um lugar documentado, mas à imagem criada. Carregam consigo um “ohh que foto!” tirânico (que esmaga, deleta, muda, pisa, gospe, e faz milagre) com o que lá estava (ver depoimento de João Kehl no World Press Photo, http://www.worldpressphoto.org/movies/index.php?moviename=11KEHL.swf , em que ele conta que Garrido, dono da academia de boxe onde fez o ensaio que ganhou o Press lhe disse: “você vem aqui fotografar um monte de sem teto, em baixo de um viaduto, e agora está lá, ganhando um prêmio internacional!”).
Essa crítica com relação à pós-produção, vínculo desgostoso entre fotografia editorial x fotografia autoral para a maioria dos fotógrafos documentais que falam sobre o trabalho da Cia, perde o sentido com GUERRA, trabalho exposto na Galeria Olido. Se livrar dessa crítica (muito fácil de se fazer, difícil de entender) não é impune: a Cia é obrigada a deixar de lado a importância em relação mundo vivido para voltar o nosso olhar ao mundo das imagens, (do fotojornalismo, do documental, do autoral, sem distinção) no qual parecemos estar cada vez mais imersos (ou será que existiu sempre apenas esse mundo de imagens, de representação, desde que o homem se vê homem, e a Cia é a possibilidade de tomada dessa consciência?)

Caraca! A tomada de consciência em relação ao aparelho de fotografia possibilitado por essa pesquisa e criação de imagens através da linguagem das imagens é espantoso. (Isso é proposital, Cia de Foto?).

Presente em outros trabalhos, criticados também pela forte pós-produção, que esconde mais do que mostra o existente, mas revela que imagem é imagem, sem o romantismo do documental, a linguagem de GUERRA é a realização da tentativa de levar a cabo contar histórias por imagens através da própria existência histórica das imagens.

A não ser que a crítica volte a ocupar seu lugar,
acredito que como fotógrafos não podemos ter a vaidade
de gostar ou desgostar em público de um trabalho fotográfico.
Seria expor a nossa falta de vontade para entender o que é
tachado com meia dúzia de palavras. A não ser que queiramos
continuar a apertar botões, ou nos isolar nos mundinhos
autorais, documentais, fotojornalísticos e etc. etc”

Arthur do Carmo. Curitiba/PR.

1 Comentário

Domingo… em Brasília 6:00 AM

Balada de “encerramento”:

Rebeca

Monda + Rebeca

Kehl

Kehl

Rafa + Pio

Rafa + Pio

Supay + NoPhoto + Monda

Supay + NoPhoto + Monda

Monda Photo

Monda Photo

0 Comentário

Sábado - Capão Redondo - 11:30

Federico Gama / Monda Photo

Federico Gama / Monda Photo

Última saída oficial do encontro (a balada noturna não conta como saída, já que as câmeras só registram cenas proibidas para projeção!). Manhã de sol no capão redondo: fotos, futebol, cervejas e São Paulo cada vez mais coletiva.

29 Comentários

Rolê ainda mais coletivo

O Rolê organizou uma de suas saídas indo do Largo do Arouche até Santa Cecília. Dessa vez, além dos integrantes do grupo, seus convidados foram os coletivos que participam do encontro na galeria Olido.

Os coletivos juntaram 27 pessoas que se encontraram às 23:00 nas imediações do Arouche e foram se despedir na Santa Cecília pelas duas da manhã.

1 Comentário

Edição #1

Começa a correria final desse encontro.

Coletivos, indivíduos e demais categorias iniciam a catalogação, edição e tratamento das imagens que irão compor a projeção coletiva dos coletivos. E já que redundância é luxo, que venham as imagens.

A projeção será no domingo, 15:00 horas, no cine Olido.

1 Comentário

Pelo meio

Paco Chuquiure/Supay

Paco Chuquiure/Supay

Segundo dia da invasão de fotógrafos no centro de SP.
Os coletivos desvendam as ruas e lugares que cercam a Galeria Olido.

Guillaume Pazat/Kameraphoto

Guillaume Pazat/Kameraphoto

Domingo, 15 horas, todo esse material será apresentado ao publico. Uma programação que contará com a palestra de Alejandro Castellote.

Breno Rotatori

Breno Rotatori

Sergi Camara / Pandora

Sergi Camara / Pandora

Sergi Camara / Pandora

Sergi Camara / Pandora

0 Comentário

Video-coletividade

Vídeo-resumo-remix sobre coletividade e individualismo, produzido pela Garapa para o debate da noite de ontem. Misturamos trechos de um documentário sobre individualidade, chamado “The Century of Self“, com depoimentos colhidos durante o encontro, com participantes e outros profissionais, que colaboraram virtualmente.

0 Comentário

Noche colectiva

Segunda noite de encontro, segunda noite de balada. Fotos de Julia Moraes.

Mais no flickr dela: flickr.com/julia_moraes.

0 Comentário

Pré-Noche Colectiva

Gringos em São Paulo vão conhecer… o Japão.

Videos cortesia de Iatã Cannabrava.

0 Comentário